O que aprendi viajando sozinho

“Viajar sozinho” é uma expressão que chega até a assustar as pessoas, não somente essa frase, ms também o ato de estar viajando sozinho.

Na minha opinião, isso acontece pois já faz um tempo em que vivemos em uma cultura que valoriza muito o medo, principalmente o de ter de lidar com o que é desconhecido no mundo e também de experimentar estar só.

Saiba que eu já tive esse medo e, talvez ainda tenha um pouco dele. O que posso dizer é que a minha jornada pelo Brasil é a primeira vez em que estou viajando sozinho. Então, enfrentar tudo isso é algo novo para mim!

Quando tomei a decisão de partir nessa sozinho, muitas pessoas próximas me questionavam: “Nossa, mas você vai sozinho? Não é perigoso?”

Read more

Porque decidi rodar o Brasil

Falar dos porquês que me motivaram a colocar a mochila nas costas e caminhar por terras brasileiras não é algo tão simples assim. As pessoas querem saber isso a todo tempo, e posso dizer que fica até impossível sintetizar tudo em apenas uma frase.

Porém, se fosse para fazer isso, eu escolheria uma que é do Amyr Klink, uma das pessoas que me inspiram quando o assunto é viajar, e ela já é até considerada clichê para quem conhece o cara:

“Um dia é preciso parar de sonhar, e de algum modo, partir”

 

A frase mais famosa do Amyr Klink – foto tirada aqui em Jericoacoara pelo Felipe que trabalha comigo no hostel!

Já adianto que foi um processo que me levou um certo tempo, com várias decisões que foram tomadas. Algumas delas considerei que foram acertadas, outras, na época, nem tanto.

Mas mesmo as que chegaram a me causar um certo arrependimento a curto prazo, foram essenciais para chegar até aqui e hoje fazem muito sentido para mim.

Minha ideia é compartilhar um pouco de como foi esse processo e essa experiência. Se o meu relato te ajudar a tomar alguma decisão importante na sua vida, esteja ela ligada a viajar ou não, ficarei muito feliz!

Read more